Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

8 de junho de 2018
por esmael
Comentários desativados em Mesmo sem provas, ministro do STF libera ação penal contra Gleisi

Mesmo sem provas, ministro do STF libera ação penal contra Gleisi

A acusação da PGR contra a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) e o ex-ministro Paulo Bernardo, embora tenha sete versões distintas e muitas suposições, foi liberada hoje (8) pelo ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal, para julgamento na Segunda Turma da corte. Leia mais

29 de maio de 2018
por esmael
Comentários desativados em Bolsonaro pode ser barrado pelo TSE

Bolsonaro pode ser barrado pelo TSE

A velha mídia acordou esta terça-feira (29) no cio por causa de um julgamento no TSE que poderá barrar a candidatura de Jair Bolsonaro (PSL-RJ) à Presidência da República. Leia mais

4 de fevereiro de 2018
por esmael
49 Comentários

“Faltam evidências dos crimes atribuídos à presidente do PT Gleisi Hoffmann”

A presidenta nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, deverá ser inocentada na ação penal que a investiga por crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Segundo O Globo, que entrevistou dois ministros do STF, “foram reunidas poucas evidências dos supostos crimes atribuídos à presidente do PT” e “faltam evidências do cometimento dos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro” pela petista. Leia mais

19 de novembro de 2014
por esmael
12 Comentários

Por 40 votos a 5, deputados livram Beto Richa de ação penal no STJ

richa_tadeu.jpgA Assembleia Legislativa do Paraná livrou na manhã desta quarta-feira (19), por 40 votos a cinco e uma abstenção, o governador Beto Richa (PSDB) de uma ação penal que corre no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

O tucano é acusado pelo Ministério Público Federal de aplicar irregularmente verba de R$ 100 mil para a área de saúde, quando era prefeito de Curitiba no ano de 2006.

Os deputados aprovaram o projeto de resolução n!º 19/2014, de autoria da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), indeferindo o pedido de autorização para o andamento da Ação Penal n!º 687/2011.

O pedido foi colocado em votação por requerimento do deputado Tadeu Veneri (PT) em outubro deste ano. O requerimento estava na Assembleia desde 2011.

Veja como votaram os deputados: