24 de fevereiro de 2016
por admin
10 Comentários

Coluna do Rafael Greca: Fruet na lanterna dos afogados

Download áudio

Rafael Greca*

Anteontem, durante o temporal de 50mm, ocupando o cargo de prefeito, nós não estaríamos debaixo da mesa ou da cama, como ficou o Fruet — pois ninguém mais uma vez o viu, como sempre ninguém o vê, é ausente. Também não colocaríamos o terceiro escalão da prefeitura para falar — não usaríamos funcionários públicos de escudo, esperando a chuva passar.

Estaríamos na linha de frente, na rua; desentupindo bueiros; salvando gente; resgatando a cidade; e, sobretudo, aprendendo as lições para que a surra que a intensa chuva localizada nos deu, não mais se repetisse.

Nós sabemos fazer, porque já fizemos antes. Foi assim que vencemos a enchente em janeiro de 1995, quando estava em curso a canalização do rio Ivo, obra de nossa administração, pouco lembrada, porque subterrânea, mas de útil até hoje.

Imagine como teriam ficado Vicente Machado, Rua XV, Praça Zacarias, Praça Carlos Gomes, Pedro Ivo, anteontem sem o canal de vazão construído por nós? Só imagine.

Naquele janeiro de 1995 tivemos uma cheia do Iguaçu. Choveu muito mais do que 50mm. Deixei de ir à China. Voltei do aeroporto. Decretei a emergência. Chamei o Engenheiro sênior Nicolau Kluppel.

Cavamos com urgência urgentíssima dois canais extravasores, um de cada uma das margens – a direita e a esquerda do rio Iguaçu. Retiramos os moradores nas áreas de risco do vale entre Uberaba, e deixamos livres o vale onde depois surgiram o Parque Japonês – ainda inacabado e não usado – e a Vila Icaraí.

Em tempo recorde, rebaixamos o leito dos rios. E canalizamos e dragamos dez rios: 1) o Ivo; 2) o Boqueirão; 3) o Ribeirão dos Padilha; 4) o Henry Ford; 5) o Atuba; 6) o Tarumã; 7) o Juvevê;8) o rio Ponta Grossa; 9) o rio Uvú; 10) o rio Passaúna;11) o Bacacheri;12) o Belém, próximo de sua foz.

O trabalho não parou por aí. Revisando o mapa de nossas 6600 obras em Curitiba, na sede do Instituto Farol do Saber, relembrei que refizemos 200 pontes, em apenas quatro anos.

Destaco “em apenas quatro anos” para deixar claro que a obra acontece quando existe vontade de fazer; que a obra acontece quando o prefeito sabe como fazer — vontade que atualmente não há; capacidade de realizar que atualmente não existe.

Nós sabemos como fazer. E nós viemos de longe. Da luta pela libertação dos escravos, ideal do meu bisavô, Comendador Macedo, junto com o Barão do Sêrro Azul, na loja maçônica curitibana “Luz Invisível”. Ajudavam negros escravos em risco a f Leia mais

22 de novembro de 2013
por Esmael Morais
6 Comentários

Coluna do Ricardo Mac Donald: “Celular: utilidade ou escravidão?”

Ricardo Mac Donald, em sua coluna desta sexta, dá um mergulho filosófico na evolução da tecnologia; "Celular é utilidade ou escravidão?", provoca, para logo em seguida revelar que pesquisa recente, ao perguntar como os cidadãos curitibanos obtêm informações da prefeitura, pela primeira vez o número telefônico 156, com 19%, perdeu para a internet que atingiu 21%; colunista destaca a internet e o celular na transparência de governos; capitão do time do prefeito Gustavo Fruet (PDT) também observa que avanços tecnológicos transformam pessoas em meio homens - meio máquinas!; ao final, ele propõe um desafio: fique 24 horas sem celular e internet e saberá como a vida era há 30 anos!; leia o texto.

Ricardo Mac Donald, em sua coluna desta sexta, dá um mergulho filosófico na evolução da tecnologia; “Celular é utilidade ou escravidão?”, provoca, para logo em seguida revelar que pesquisa recente, ao perguntar como os cidadãos curitibanos obtêm informações da prefeitura, pela primeira vez o número telefônico 156, com 19%, perdeu para a internet que atingiu 21%; colunista destaca a internet e o celular na transparência de governos; capitão do time do prefeito Gustavo Fruet (PDT) também observa que avanços tecnológicos transformam pessoas em meio homens – meio máquinas!; ao final, ele propõe um desafio: fique 24 horas sem celular e internet e saberá como a vida era há 30 anos!; leia o texto.

por Ricardo Mac Donald* ... 

Leia mais