Requião vai pedir ‘excomunhão’ de Temer e Moro ao papa Francisco

O senador Roberto Requião (PMDB-PR) embarcará neste fim de semana para a Itália, onde participará de mais uma sessão do Eurolat — o parlamento Euro Latino-Americano. De lá, o ainda copresidente do colegiado irá encontrar-se com o papa Francisco em Roma.

O encontro entre Requião e Jorge Bergoglio, o papa, está agendado desde o início deste ano. Em fevereiro último, o Blog do Esmael registrou em primeira mão a agenda no Vaticano.

Requião deverá pedir a seu amigo de juventude que ‘excomungue’ o ilegítimo Michel Temer (PMDB), por retirar direitos dos trabalhadores, e o juiz Sérgio Moro, da Lava Jato, por perseguir politicamente o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e instituir uma “ditadura do judiciário” no país.

Papa Francisco e Requião se conhecem desde os anos 70, em Buenos Aires, quando Jorge Bergoglio ainda era superior dos jesuítas. Não é à toa que o senador do PMDB costuma citá-lo em seus sermões políticos contra o capital vadio e mamon (riqueza pessoal e cobiça).

Após renovar-se espiritualmente, Roberto Requião promete pegar a estrada em nome da volta ao Palácio Iguaçu — a sede do Governo do Paraná.

Veja também  Haddad, Dino e Requião fazem conferência “privada” neste sábado

Comments are closed.