Requião Filho propõe rumo “familiar” ao Paraná

O deputado Requião Filho (PMDB), em sua coluna desta terça-feira (16), diz que o Paraná carece mais que um rosto “novo” — projetos –, um rumo que lhe é “familiar” ao apresentar quatro pontos: 1- saúde pública; 2-política fiscal honesta; 3- energia barata; e 4- educação com respeito. O texto aponta o pai do colunista, senador Roberto Requião, como pré-candidato do PMDB ao governo do estado em 2018.

Um novo rumo para a retomada de um promissor Paraná

Requião Filho*

Fulano e Beltrano. Nome e sobrenome. Rostinho novo, cabelos brancos da experiência. Tudo balela!!!!! Marketing! Ao ver as propagandas políticas, parece que estamos nos preparando para um concurso de simpatia, mas o que está em jogo é o futuro de nosso Estado.

Já sabemos que não é um “nome” quem salvará o nosso Paraná desse buraco que um “nome de peso” da história política paranaense, RICHA, nos meteu. Precisaremos, sim, é de um plano sério de governo. Um programa montado dentro da realidade e de reais possibilidades, reais soluções.

Um plano de governo é diferente, e muito, de discurso de campanha. Durante as eleições, o impossível é prometido e avalizado. Entretanto, a prática é bem diferente do cantado no período eleitoral. Promessas vãs jogadas ao vento e que jamais poderão ser cumpridas, vão dia-a-dia caindo aos olhos da população.

Assim segue o Paraná, nosso Estado que vem sangrando lentamente, uma morte de mil cortes, uma verdadeira tortura chinesa. Vemos empresas públicas que priorizam acionistas ao povo. As estradas são asfaltadas no editor de vídeo de propagandas, pois os buracos não podem ser filmados. Os impostos sobem exponencialmente, enquanto o Estado atende cada vez menos as expectativas do paranaense.

Veja também  EUA anunciam apoio à quebra de patentes de vacinas contra a Covid-19

O paranaense já sabe que não é um “nome” que irá salvar o Estado e que precisamos de um plano de ação. Precisamos mudar as prioridades, uma vez que as atuais vão sempre contra o povo trabalhador.

Prioridades são:

a) Investimento em saúde: construção de novos leitos, reforma e ampliação de hospitais públicos, e não mais dinheiro para os donos de hospitais privados;
b) Política de incentivo: menos impostos e suporte, do micro ao grande empresário, e não apenas um Paraná Competitivo para poucos selecionados. Combate à evasão fiscal e a sonegação se começa cobrando os grandes devedores e não extorquindo empresários (vide Operação Publicano);
c) Energia boa é energia barata e investimento em estrutura da COPEL, não aumentos acima da inflação e divisão de lucro para acionistas, se sobrepondo ao investimento na infraestrutura. Água é vida e por isso o investimento em tratamento, distribuição e saneamento deve vir sempre antes dos acionistas;
d) Educação é futuro e o investimento nesta área jamais deve ser tratado como gasto. As escolas não podem ser abandonadas, professores não devem ser perseguidos e usados como desculpas de uma política que não respeita o aluno.

Como se vê, o Paraná já teve um Governo que elegeu o povo paranaense como prioridade. Não são tão novos os rumos que se deve tomar o nosso Estado, mas um rumo que lhe é familiar.

*Requião Filho é deputado estadual pelo PMDB do Paraná.

Comments are closed.