Requião Filho: Proibido Proibir

Mesmo com o Paraná estando em mãos de administradores sem comprometimento com a população, “amanhã há de ser outro dia”

Por Requião Filho*

Não tenho dúvidas que para reconstruirmos nosso Estado teremos que mudar. Não digo mudar apenas a administração, por meio do voto, mas mudar nossas convicções (pessoais e políticas) e, também, o nosso comprometimento com o que acreditamos ser importante para o futuro.

A onda de desinformação e ódio que contaminou nosso país desde as últimas eleições presidenciais, em 2018, parece finalmente ter encontrado um freio, regredindo de forma lenta, mas vigorosa, com ares de esperança.

Em 2023, esperamos ver um Brasil e um Paraná novamente felizes. De todos os cantos do estado surgem, de forma tímida ou explícita, manifestações de que, como diria Caetano, “apesar de você, amanhã há de ser outro dia”.

Portanto, como só esperar não leva a lugar algum, desde já precisamos começar a agir e pensar em como será nosso futuro.

Um Estado forte, pensando a nível nacional ou estadual, deve seguir dois fundamentos básicos:

I) o primeiro envolve a liberdade de expressão, ou seja, deve ocorrer a mínima intervenção estatal, se restringindo, por exemplo, ao combate às campanhas de desinformação (fake news) e ao preconceito.

II) a segunda, envolvendo os direitos sociais, ou seja, a saúde, a educação, a segurança, o salário mínimo, os direitos trabalhistas e previdenciários (dentre outros), deve ter uma atuação forte e séria do Estado.

Temos no Paraná um povo trabalhador e corajoso, que acorda todo santo dia com vontade de melhorar de vida. Temos uma terra fértil que produz todo tipo de alimento e produto para exportação. Sempre tivemos vontade, condições e estrutura…

Nos últimos anos, porém, nos falta uma administração comprometida, que tenha como meta erradicar a fome, proporcionar luz e água em valores acessíveis, que tenha como objetivo a vida digna de todos. Atualmente temos o Governo do estado forte e generoso para acionistas e grandes empresas, mas do estado mínimo para os trabalhadores, estudantes e pequenos empresários.

Veja também  OMS aprova uso emergencial da vacina Pfizer

Acontece que merecemos muito mais, ou seja, todos os paranaenses, de nascença ou coração, merecem o MÁXIMO.

As mães e pais merecem ter condições de colocar comida na mesa, de pagar a luz e a água sem preocupação e, também, que sobre um dinheirinho, para comprar roupas e eletrodomésticos, reformar suas casas e, quem sabe, sempre fazer um “churrasquinho” no domingo.

As crianças merecem escolas de qualidade, com estrutura, merenda boa e atividades extracurriculares, para não precisarem abandonar os estudos antes do tempo, para ajudar na renda familiar.

Os jovens, por sua vez, merecem ter sua vaga na faculdade, crédito para abrirem sua empresa e, também, no mínimo, vagas de emprego para adentrarem no mercado de trabalho.

Os agricultores e pequenos empresários, também, merecem todo o reconhecimento e condições para continuar seus empreendimentos, sem o medo da falência e da alta carga de impostos.

Portanto eu, você, nossos amigos e familiares, temos que nos comprometer e fazer nossa parte. Devemos pensar em um Paraná que garanta um futuro para todos.

Até o ano que vem, seguimos combatendo o bom combate, dia-a-dia, com um trabalho sério e voltado para o que de fato importa: o povo do Paraná.

Assim, apesar do Governo Estadual que temos, amanhã há de ser outro dia.

*Requiao Filho, advogado, é deputado estadual pelo PT do Paraná.