Requião: enquanto a França estatiza a energia, Ratinho Junior quer privatizar a Copel

O ex-senador Roberto Requião, pré-candidato do PT ao governo do Paraná, criticou o governador cessante Ratinho Junior (PSD) pela intenção de privatizar a Copel (Companhia de Energia do Paraná) enquanto a França planeja estatizar as empresas de energia.

– A França parte para o controle de 100% de suas empresas de energia elétrica – tuitou Requião. “Mas aqui no Paraná o rato [Ratinho Junior] é a favor da venda das empresas, da Copel, da Sanepar, da Petrobras, e da Eletrobras. Quanta incompetência e ignorância!”, disparou.

O presidente da França, Emmanuel Macron, passou a missão de estatizar completamente o setor de energia do país para a primeira-ministra Élisabeth Borne.

– A conversão ecológica passa pela energia nuclear, uma energia livre de carbono e soberana”, acrescentou, assegurando que o setor energético deve estar sob o controle estratégico do Estado, sendo “100% renacionalizado” – disse ela nesta quarta-feira (06/07).

O objetivo, anunciou Borne, é abandonar os combustíveis fósseis, como gasolina e diesel, migrando para uma matriz energética ecológica e sustentável. “Queremos ser a primeira grande nação a sair dos combustíveis fósseis”, disse a primeira-ministra, segundo o jornal francês Le Figaro, falando em “uma ecologia do progresso”.

Em junho, o Blog do Esmael repercutiu a crise energética na França e a discussão sobre a estatização de usinas de energia.

Blog do Esmael, notícias verdadeiras.

Leia também:

► Ratinho Junior autoriza Copel aplicar novo aumento da energia a partir de hoje

► Requião Filho: Herança maldita nas tarifas de energia da Copel

► Ratinho Junior garante o MAIOR preço na tarifa de energia, diz presidente da Copel