Reajustado o salário dos professores, agora os demais servidores da prefeitura também querem

Google News

Assembleia realizada ontem à noite na Praça Carlos Gomes. Foto: Sismuc.
Embalados pela vitoriosa campanha do magistério, os demais servidores municipais de Curitiba, representados pelo Sismuc, em assembleia ontem à  noite, aprovaram uma paralisação para o próximo dia 26 de março.

Os servidores se dizem insatisfeitos com o reajuste salarial de 10% apresentado pela prefeitura recentemente. Eles lembraram a perda histórica nos salários que será mantida em 9,24%, caso não haja aumentos reais.

Nesse mesmo dia, os funcionários do setor financeiro da prefeitura !“ considerado o coração da administração municipal !“ realizarão uma operação tartaruga!, o que poderá comprometer o pagamento do salário de 50 mil servidores. A turma do financeiro quer a incorporação das gratificações que recebem no salário.

Ontem à  noite, o Sismmac (Sindicato do Magistério) disse que a prefeitura cedeu ao movimento e por isso foi possível um acordo que resultou em quase 20% de reajuste à  categoria, além da conquista de 33% de hora-atividade (tempo para a preparação de aulas).

Comments are closed.