Ratinho Junior convoca imprensa para denunciar panfleto apócrifo

* Coligação de Luciano Ducci (PSB) nega autoria

Fac-símile do jornal apócrifo. Clique na imagem para ampliar.
A guerra pela liderança na corrida pela prefeitura de Curitiba ganhou nesta terça-feira (18) um capítulo policial. Panfletos foram distribuídos na região Sul da cidade contra o candidato do PSC, Ratinho Junior, acusando-o de crimes. O material, assinado pela coligação do prefeito Luciano Ducci (PSB), também detona o apresentador Ratinho, pai de Junior.

A tropa de Ducci correu nesta manhã para desmentir a autoria do material de propaganda. Em comunicado oficial, a equipe do prefeito jura que nada tem a ver com o folheto e informa que o levou à  Justiça Eleitoral e à  Policia Federal para a devida investigação criminal.

Por outro lado, Ratinho Junior convocou uma coletiva de imprensa para as 16 horas de hoje, no Comitê Central, localizado na Rua Comendador Macedo, 613, com o objetivo de se pronunciar sobre a publicação e distribuição de jornais e panfletos ofensivos ao candidato do PSC.

“Para tentar enganar eleitores e incriminar a equipe de Luciano Ducci, os autores do panfleto intitulado ‘Chega de mentiras, o povo quer a verdade’, foi distribuído com a assinatura !” falsa !” da campanha de Luciano Ducci, com foto do prefeito na capa, logomarca e CNPJ da campanha. O material é bem tosco, parecendo ter sido feito à s pressas”, diz a campanha de Ducci.

Os comentários estão encerrado.