Ratinho Jr. pode ser obrigado a ‘descer pro play’ após a convenção

No próximo sábado (30/07), o governador cessante Ratinho Jr. será homologado como candidato à reeleição pelo PSD.

O evento partidário será na Expotrade de Pinhais, região metropolitana de Curitiba.

Desconfiado, Carluxo, filho do presidente, mandou olheiros para certificar a decoração com os motivos de seu pai Jair Bolsonaro (PL).

Dito isso, a dobradinha Ratinho Junior e Bolsonaro terá de enfrentar outra dobradinha numa eleição polarizada no Paraná.

Requião e Lula, pela Federação Brasil Esperança, se preparam para eleição de turno único no estado e pelo histórico dizem que irão virar no Paraná.

Mais cedo o Blog do Esmael, anotou que Lula venceu no estado as eleições de 2002 e 2006, quando o petista foi eleito e reeleito à Presidência da República.

Até agora, Ratinho Jr. vinha se blindando das críticas com o manto de governador e das fartas verbas em publicidade.

Segundo deputados oposicionistas, na ALEP, uma publicidade ou uma pesquisa não veiculada custa mais cara do que publicada.

O que não se publicada custa mais, dizem eles.

Coisas do Paraná.

A tropa Requião-Lula jura que suas pesquisas qualitativas apontam um horizonte maravilhoso para a oposição, portanto, nada bom promissor para Ratinho-Bolsonaro.

Garganta Profunda do Palácio Iguaçu, informante do Blog do Esmael, relata que tracking diário na banda governista alertou o governador para a necessidade dele ‘descer pro play’ diante do avanço dos oposicionistas.

Isto é, após a convenção de sábado, haverá maior agressividade da campanha de Ratinho Junior e de aliados do presidente Bolsonaro.

Por conta do estreitamento da diferença entre ambos, Ratinho Jr. considera ir ao primeiro confronto televisivo contra Requião – na Band TV – no próximo dia 7 de agosto.

Blog do Esmael, notícias verdadeiras.