Quasepetista,Requiãodissequepré candidaturaémovidaporindignação[vídeo]

Quase petista, Requião disse que pré-candidatura é movida por indignação [vídeo]

O ex-senador Roberto Requião (sem partido) disse na quinta-feira (10/03) que sua pré-candidatura ao governo do Paraná é movida pela indignação.

– Eu estou movido pela absoluta indignação quando vejo mulheres assaltando caminhões de lixo para poder alimentar suas famílias – disse ele durante visita ao município de Telêmaco Borba, a 253 km de Curitiba, na região dos Campos Gerais.

– Quando vejo pobres tomando sopa de osso, que até ontem era descarte de açougues – completou, “mas hoje, na visão capitalista, já temos osso de primeira e osso de segunda com preços diferenciadas”.

Economia

Segundo Requião, o pé de galinha virou item na cesta básica da alimentação das pessoas pobres do Brasil.

– Eu estou indignado porque eu fui governador por três vezes e eu mantive, por exemplo, as tarifas de luz congeladas como as mais baixas do Brasil. Eu não deixei a tarifa aumentar para dinamizar a economia do Paraná – discursou.

Turismo Foz

Assista ao vídeo

Sobre a filiação de Requião no PT

Correligionários de Requião e dirigentes petistas formaram uma comissão de trabalho para organizar o evento de filiação do ex-senador e pré-candidato, no próximo dia 18 de março, que contará com a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e demais lideranças nacionais do partido. O Blog do Esmael deu essa informação em primeira mão na manhã de quinta (10/03).

O Palácio do Iguaçu, assustado com a repercussão da filiação de Requião no PT, disseminou desinformação para colocar em dúvida a vinda de Lula à capital paranaense na sexta-feira que vem. Surpreendidos, os palacianos adotaram a linha “negacionista” com o ‘fato político do ano‘.

No entanto, na vida real, requianistas e petistas realizam na segunda-feira (14/03) uma plenária municipal em Curitiba para mobilizar o evento de filiação de Requião no PT. O encontro será às 19h na sede da APP-Sindicato.

Em carta aos trabalhadores, Requião propõe congelamento e água e luz

Na última quarta-feira (09/03), Requião divulgou uma carta de intenções para os trabalhadores. Em forma de compromissos, ele estabeleceu que o documento ainda está sujeito a modificações pelas centrais sindicais, partidos políticos, sindicatos e movimentos populares.

Requião disse que firmou a carta para radicalizar seu compromisso com os trabalhadores paranaenses.

No evento, o pré-candidato convocou os presentes para construir um Programa de Governo que restitua o Estado às suas funções vitais.

Requião enumerou como pontos: o congelamento das tarifas de água e luz; salário mínimo regional com aumentos reais e sempre o mais alto do país; dentre outros.