PT reage à ‘fake news’ sobre suposto manifesto de Lula, Temer, Dilma e Aécio

A presidenta nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, pelo Twitter, negou neste domingo (2) a ‘fake news’ (notícia falsa) publicada pelo site do jornal Folha de S. Paulo acerca de um suposto manifesto conjunto de Lula, Temer, Dilma e Aécio contra o ‘Estado de exceção’ em tempo de lava jato.

“Denunciamos excessos e excepcionalidades da Lava Jato, mas não faremos aliança com quem deu o golpe e representa o atraso da política brasileira”, reagiu a dirigente petista.

O advogado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Cristiano Z. Martins, disse que “erra a Folha ao querer transformar um grupo de advogados voltado a pensar sobre prerrogativas e outros temas da profissão em ato político”.

A Folha divulgou hoje, na seção Painel, que ‘ouviu falar’ no WhatsApp que “os advogados de Michel Temer (PMDB), Dilma Rousseff (PT), Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Aécio Neves (PSDB) articulam o lançamento de um manifesto para questionar a atuação da Justiça e do Ministério Público”.

Os petistas foram categóricos em negar o que eles chamam de ‘fake news’ da velha mídia golpista.

Veja também  A casa caiu para Moro e Dallagnol depois de mensagens inéditas sobre a denúncia tramada contra Lula

Comments are closed.