PT articula os governadores Rui Costa e Camilo Santana para o Senado

PT articula os governadores Rui Costa e Camilo Santana para o Senado

O início do périplo de 11 dias do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pelo Nordeste, neste domingo (15/08), também tem como objetivos convencer os governadores Rui Costa, da Bahia, e Camilo Santana, do Ceará, a disputarem o Senado em 2022.

Lula leva na bagagem a memória de seu primeiro governo, em 2003, quando não tinha base de sustentação no Senado. Os problemas políticos na gestão começaram justamente com a estridente maioria oposicionista na Casa.

Rui Costa é bem avaliado na Bahia e Camilo Santana idem, no Ceará.

O PT almeja eleger o senador Jaques Wagner para o governo baiano enquanto o partido busca um palanque para Lula lançando Camilo ao Senado, haja vista que Cid Gomes (PDT), irmão de Ciro, irá concorrer ao governo do estado.

Leia também

Centrão vai colocar um pé na canoa de Bolsonaro e outro pé na canoa de Lula em 2022

Santander deu uma ótima razão para 51,3 milhões de brasileiros trocarem de banco

Estadão luta pelo “nem-nem”, nem Lula nem Bolsonaro, mas terceira via naufragou

Sob o signo da discussão do desenvolvimento regional e do combate à fome, Lula vai a seis estados do Nordeste:

  • 15 e 16/8 – Pernambuco
  • 17 e 18/8 – Piauí
  • 18 a 20/8 – Maranhão
  • 20/8 – Ceará
  • 24/8 – Rio Grande do Norte
  • 25 e 26/8 – Bahia

Lula retoma hoje uma antiga tradição pessoal: a de percorrer o Brasil para conhecer de perto a situação em que o povo se encontra e debater com lideranças locais das mais variadas áreas as soluções para os problemas que afligem as brasileiras e os brasileiros.