Professores derrotam Beto Richa na Justiça

O governador Beto Richa (PSDB) tem levado sucessivas “fumadas” na Justiça acerca da punição a professores.

Já são mais de 100 professores que conseguiram nova classificação e, consequentemente, assumiram aulas extraordinárias amparados por liminares.

Resolução 357/2017, editada por Beto Richa no início do ano letivo, proíbe a atribuição de aulas extraordinárias àqueles profissionais faltaram ao trabalho.

O método de classificação na atribuição de extraordinárias não diferencia faltas justificadas como, por exemplo, casos de doença e falecimento, das ausência não justificadas.

É contra essa punição que professores ingressaram individualmente com ações e obtiveram vitória em juízos de todo o estado.

De acordo com a APP-Sindicato, há ainda ações coletivas e muitas outras individuais.

A malvadeza do tucano prejudica cerca de 15 mil professores paranaenses, por isso buscar-se-á efeito “erga omnes” (para todos) das decisões judiciais.

Veja também  Diploma de bem comportado

Comments are closed.