Professores aprovam greve a partir de 13 de março de 2013

A assembleia ocorreu na Sociedade Thalia, em Curitiba. Foto: APP-Sindicato.
A assembleia ocorreu na Sociedade Thalia, em Curitiba. Foto: APP-Sindicato.
A assembleia de professores e funcionários das 2,1 mil escolas da rede pública do Paraná acabaram de aprovar, em Curitiba, a deflagração de greve, por tempo indeterminado, a partir de 13 de março de 2013.

Os cerca de 80 mil trabalhadores da educação decidiram cruzar os braços em virtude de o governo de Beto Richa (PSDB) não cumprir com a promessa de implantação de 33% da hora-atividade, negar reajuste aos funcionários das escolas, dentre outras pautas não atendidas.

Durante o mês de fevereiro, segundo a APP-Sindicato, a categoria vai intensificar o calendário de lutas para mobilizar professores e funcionários de escola para o movimento.

Veja também  Resultado da eleição em Macapá em tempo real; acompanhe

Comments are closed.