Oposição na Assembleia denuncia tarifaço da Sanepar

Google News

A bancada de oposição na Assembleia Legislativa denunciou nesta quinta-feira (23) o novo reajuste nas tarifas de água e esgoto da Sanepar, anunciado à s vésperas do Carnaval, com base em decreto do governador Beto Richa. O reajuste, de 16,5%, eleva a tarifa mínima de água e esgoto de R$ 35,09 para R$ 40,87 (em Curitiba) e de R$ 34,15 para R$ 39,78 (demais municípios paranaenses).

O líder da oposição, deputado Elton Welter (PT,) lamentou o fato de que o novo reajuste atingirá aproximadamente 9,8 milhões de paranaenses: Trata-se de um serviço que não deveria ser considerado uma simples mercadoria, mas sim um bem essencial na melhoria das condições de vida da população!.

à‰ o segundo reajuste das tarifas da Sanepar em pouco mais de um ano de governo Beto Richa. O primeiro, de 16%, ocorreu em março do ano passado. O aumento acumulado é de 35%, quando a inflação acumulada do período não passou de 8,2%.

Welter disse ainda que esses reajustes transferem para o consumidor o ônus da defasagem da tarifa em relação à  inflação (aliás, um ônus superestimado), mas ignoram os ganhos de produtividade e eficiência, com a consequente redução de custos: Mais do que avaliar o que pode beneficiar o consumidor, o governo e a direção da Sanepar se preocupam com o que pode prejudicar acionistas e investidores!, afirmou Welter.

Comments are closed.