Moro recua e aceita depoimento presencial de Lula em Curitiba

Luiz Inácio Lula da Silva obteve importante vitória nesta sexta-feira (28) com o recuo do juiz Sérgio Moro, que, pressionado, aceitou colher novo depoimento presencial do ex-presidente no dia 13 de setembro.

Antes o magistrado da lava jato tinha estabelecido por videoconferência o interrogatório do petista, que, por meio de sua defesa havia protestado.

Moro acatou o argumento do advogado Cristiano Zanin Martins segundo qual é regra o interrogatório presencial do réu. “O interrogatório por videoconferência somente é excepcional”, peticionou.

Portanto, os movimentos sociais deverão novamente fazer caravanas rumo a Curitiba no dia 13 de setembro, a exemplo do que fizeram em 10 maio, quando 50 mil pessoas vieram à capital paranaense em solidariedade a Lula.

O novo cara a cara de Lula com Moro tem a ver com a suposta doação pela Odebrecht de um terreno para a construção da sede do Instituto Lula, mas a obra nunca aconteceu.

Veja também  Notícias ao vivo da Covid: Brasil chega a 361.884 mortes na pandemia

Comments are closed.