A criminosa defesa do nazismo feita por bolsonaristas e o MBL de Moro segue um ‘discurso extremista’ global

Moro ganhou R$ 3,537 milhões em menos de um ano na Alvarez & Marsal

Google News

Após pedido de quebra de seus sigilos pelo Tribunal de Contas da União (TCU), o ex-juiz Sergio Moro (Podemos) abriu quanto ele ganhou durante uma entrevista para o deputado Kim Kataguiri (DEM-SP). De acordo com Moro, ganhou R$ 3,537 milhões do escritório americano Alvarez & Marshal em menos de um ano.

A repercussão dos ganhos de Sergio Moro foi imediata. O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) fez as contas e disse que o ex-juiz levaria nove anos para ganhar essa quantia como juiz.

— Agora sabemos que Moro, em menos de um ano, ganhou R$ 3,537 milhões do escritório americano que administra a massa falida da Odebrecht. Ele levaria mais de nove anos para ganhar esta quantia como juiz!

Ciro ainda perguntou se haveria um enriquecimento tão rápido sem a Lava Jato.

— Digo mais: este é apenas um dos ganhos meio esquisitos que ele obteve. E não dá pra engolir a balela de que ele divulgou os dados por “transparência”.

— Sim, Moro, me engane que eu gosto. Esta é a transparência tardia dos malandros quando encurralados. Aqueles que esvaziam às pressas apenas um bolso pra se livrar da flagrante. E os outros bolsos Moro? –, questionou o pedetista.

Na live com Kim Kitaguiri, o ex-juiz Sergio Moro acusou o TCU de “abuso de poder” e disse que a CPI desistiu de investigá-lo porque “não tem nada errada”. Ora, sequer foi instalada a comissão de investigação.

Ciro Gomes pediu mais transparência para Sergio Moro:

— Os bolsos dos pareceres para escroques, do auxílio moradia, das diárias abusivas etc. Quando vai mostrá-los? Assim como borrou o significado da expressão “combate à corrupção”, você agora contaminou o sentido da palavra transparência.

Assista a íntegra