Moro confisca poupança previdenciária de Lula

O juiz Sérgio Moro passou a mão na poupança previdenciária do ex-presidente Lula.

O Brasilprev Seguros e Previdência informou ao magistrado nesta quinta (20) o bloqueio de R$ 9 milhões relativos a dois planos de previdência privada.

Sérgio Moro requereu o confisco a partir de pedido formulado pelo Ministério Público Federal em 4 de outubro de 2016.

Lula teve bloqueados R$ 1.848.331,34 de um plano individual e R$ 7.190.963.75 em nome da empresa Lils Palestras, pela qual o ex-presidente recebia por suas palestras no Brasil e no exterior.

O sequestro dos bens de Lula ocorre depois de Moro bani-lo por 19 anos da vida pública e condená-lo a 9 anos e meio de prisão.

Antes, porém, nesta quarta (19), o magistrado havia confiscado R$ 606 mil que estavam em quatro contas bancários do ex-presidente, três apartamentos e um terreno, todos em São Bernardo do Campo, na grande São Paulo, e mais dois veículos.

As decisões após a sentença da semana passada confirmam a perseguição política de Moro ao ex-presidente Lula.

Nesta quinta, em todo o país, movimentos sociais, PT e Frente Brasil Popular realizam manifestações pela democracia, contra as reformas neoliberais, em defesa de Lula, pelo Fora Temer, contra a volta da fome e por Diretas Já!

Veja também  Requião: 'líder do PT no Senado e Paulo Guedes são da mesma escola de economia de Itajaí'

Comments are closed.