Mensalão não muda o voto de 81%

Fruet (PDT). Foto: Thea Tavares.
Pesquisa do Datafolha, realizada em São Paulo entre os dias 26 e 27 de setembro, diz que 81% dos eleitores paulistanos não vão alterar o voto por causa do julgamento do mensalão no Supremo Tribunal Federal (STF).

Na mesma sondagem, a maioria dos paulistanos (51%) afirma que o julgamento do mensalão não exerce qualquer influência na definição do voto. Grande influência mesmo só para 22% dos entrevistados.

Aqui no Paraná, por extensão, muito provavelmente, mesmo com a repercussão do espetáculo midiático em torno do tema, a influência também tende a ser praticamente nula entre os eleitores paranaenses. Em várias cidades do interior, o PT, partido alvo da anticampanha de setores da imprensa, pode colher bons frutos no próximo dia 7 de outubro.

Em Curitiba, a campanha do prefeito Luciano Ducci (PSB), que luta pela reeleição, vem explorando desde o início da corrida eleitoral as supostas contradições entre Gustavo Fruet (PDT) e o PT. Fruet fora um dos expoentes da CPI do Mensalão, que resultou no julgamento de petistas no STF.

Os comentários estão encerrado.