Lula participa de comício na Argentina na próxima semana no Dia dos Direitos Humanos

Lula recebe prêmio do governo da Argentina na sexta-feira no Dia dos Direitos Humanos

O presidente argentino Alberto Fernández e a vice-presidenta Cristina Kirchner receberão na próxima sexta-feira (10/12), em Buenos Aires, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para um comício na a Plaza de Mayo em comemoração ao Dia dos Direitos Humanos e pela passagem dos 38 anos do retorno da democracia na Argentina, após a ditadura militar de 1976.

Lula chegará no dia 9 na Argentina e se encontrará reservadamente na Casa Rosada com Fernández e Kirchner.

O Governo da Argentina entregará nesta sexta-feira (10/12) os prêmios Azucena Villaflor no Museu do Bicentenário à presidente das Avós da Plaza de Mayo, Estela de Carlotto, à Linha Fundadora Mãe da Plaza de Mayo, Taty Almeida, à ex-senadora e defensora do Direitos Humanos, Hipólito Solari Yrigoyen, ao cineasta Pablo Torellio e ao ex-presidente Lula.

Fernández ressalta amizade com Lula

Fernández tem uma amizade de longa data com Lula. O presidente argentino até foi visitá-lo quando foi detido na Superintendência da Polícia Federal do Brasil na cidade de Curitiba, no dia 4 de julho de 2019. Na época, Fernández era pré-candidato a presidente e o petista cumpria a questionada sentença do então juiz Sérgio Moro. Lula permaneceu ilegalmente preso 580 dias e as penas posteriormente foram anuladas pelo Supremo Tribunal Federal.

Fernández também fez parte do comitê internacional por sua libertação, o comitê Lula Livre, que incluiu, entre outros, Cristina Kirchner, o ganhador do Prêmio Nobel da Paz, Adolfo Pérez Esquivel, e o presidente da Câmara dos Deputados, Sergio Massa.

Em entrevista para o jornal Página12, no dia 5 de julho deste ano, Lula havia destacado que se emocionou com o apoio que recebeu de Alberto Fernández e Cristina Kirchner durante sua detenção e antecipou que “quero visitar a Argentina este ano e agradecer ao povo”.

Leia também

Lula afirma que não existe saída fora da política: “Eu quero ajudar a construir um outro país”

Gleisi Hoffmann no 247: ‘federação de esquerda terá apenas um candidato a presidente e isso é entrave para entrada do PDT’

Veja: Lula vence no 1º turno enquanto Moro e Ciro empatam com 5% em pesquisa nacional

Alberto Fernández na Vigília Lula Livre, em julho de 2019 [vídeo]