Lula diz que o povo, que é a voz de Deus, vai tirar Bolsonaro de lá

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), embalado pela pesquisa Datafolha, disse que o povo, que é a voz de Deus, vai tirar Jair Bolsonaro (PL) da cadeira de presidente na eleição de 2 de outubro.

– Bolsonaro diz que só Deus vai tirar ele de lá. Ele precisa saber que a voz do povo é a voz de Deus, e o povo vai tirar ele de lá. Não sou eu, não é o Alckmin. É o povo – disse Lula na noite de sexta-feira (27/05), durante encontro com movimentos sociais em São Paulo, que contou com a presença do vice Geraldo Alckmin (PSB).

Segundo o Datafolha, Lula tem 54% das intenções de votos válidos ante 30% de Bolsonaro.

Na Marcha para Jesus realizada no sábado passado, em Curitiba, Jair Bolsonaro afirmou a evangélicos que só Deus o tiraria do cargo.

– Daremos a nossa vida à liberdade. A liberdade é mais importante que a nossa vida – disse Bolsonaro. “Só Deus me tira daquela cadeira”, ameaçou o presidente cessante.

Neste sábado (28/05), Lula chamou os brasileiros para a responsabilidade.

– Nós precisamos conversar com o povo sobre a diferença de Brasil que está em jogo, o Brasil do Bolsonaro e o nosso. Quais foram os avanços que nós tivemos e quais foram os retrocessos dos últimos anos. E mostrar que nós podemos recuperar o país – convocou.

Vox populi, vox Dei [A voz do povo é a voz de Deus].

Veja também  Autosserviço: Em defesa do emprego dos frentistas