Líder na pesquisa, Lula diz o que pensa sobre o futuro do Brasil

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, virtual presidente eleito em 2022, disse neste domingo (29/05) o que pensa sobre o futuro próximo do Brasil.

– Não é possível que o nosso povo continue sofrendo – disse ele. “Eu quero que o país volte a ficar bem, que as pessoas vivam com tranquilidade.”

– Vamos juntos pelo Brasil fazer o nosso povo voltar a ser feliz – afirmou Lula, pelo Twitter.

Na sexta-feira (27/05), durante encontro com movimentos populares em São Paulo, Lula defendeu um governo que não se preocupe apenas com responsabilidade fiscal, mas que tenha compromisso principalmente com a responsabilidade social. [Abaixo, assista ao vídeo.]

– É preciso parar de dizer não ao povo trabalhador, ao povo sofrido, aos que querem casa, educação, saúde, saneamento básico, água potável, respeito aos direitos humanos. Ao invés da gente ficar discutindo responsabilidade fiscal para garantir dinheiro a banqueiro, nós temos que discutir responsabilidade social para pagar a dívida com o povo trabalhador – declarou o líder na pesquisa de intenção de votos.

De acordo com pesquisa Datafolha, divulgado na quinta (26/05), Lula vence a disputa presidencial de outubro no primeiro turno. O petista tem 54% dos votos válidos ante 30% do presidente cessante Jair Bolsonaro.

– A única razão pela qual temos interesse de disputar a eleição é a gente poder provar que o Estado brasileiro pode atender e tratar vocês com a dignidade que o movimento social e o povo trabalhador precisa – acrescentou Lula.

– O que eu quero com vocês é um compromisso: se a gente voltar a governar este país, nós vamos precisar do apoio de vocês para fazer o que precisa ser feito. Mas o compromisso de vocês não é só com o governo, é com o povo que vocês representam. Não é ceder ao governo e deixar de brigar pelas coisas que vocês acreditam – defendeu.

Veja também  Lula "sextou" numa entrevista na Bahia; confira o vídeo

– E quero dizer a vocês: sem vocês reivindicarem, sem vocês escreverem o que vocês desejam, sem vocês aporrinharem a nossa vida, cobrando todo dia, a gente não faz o que precisa ser feito. Então, não se incomodem de cobrar – disse Lula, que estava ao lado do vice na chapa Geraldo Alckmin.

Além de pensar sobre o futuro do Brasil, Lula ainda se preocupa com a América Latina. Por isso, também na sexta, ele pediu voto do povo colombiano para Gustavo Petro, candidato da esquerda à Presidência da Colômbia, que hoje vai às urnas.

Assista ao vídeo com a fala de Lula