lazaro barbosa

Lázaro morreu baleado pela polícia no 20º dia de buscas

Depois de 20 dias foragido, Lázaro Barbosa, 32 anos, foi morto após ser baleado em Águas Lindas de Goiás, em Goiás. Ele cai nesta segunda-feira (28/6) diante de uma megaoperação policial de 270 agentes de uma força-tarefa formada em junho.

Lázaro era condenado por assassinatos e estupros. Fugitivo da Justiça, ele era procurado por uma série de crimes na Bahia, no Distrito Federal e em Goiás. Com conhecimento de mata, Lázaro conseguia se disfarçar em vegetações e fugia por rios para não deixar rastros e enganar cães farejadores.

As buscas por Lázaro, que causaram intensa mobilização no país, começaram após a morte de quatro pessoas de uma mesma família em Ceilândia, no Distrito Federal, em 9 de junho. Dias depois, Lázaro foi acusado de outra morte: um caseiro de uma fazenda no distrito de Girassol, em Goiás.

“Acabo de receber neste momento uma informação de todas as equipes que estão na região de Cocalzinho que o Lázaro foi preso”, informou o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), que postou um vídeo nas redes sociais.

“Como eu disse, era questão de tempo até que a nossa polícia, a mais preparada do país, capturasse o assassino Lázaro Barbosa. Parabéns para as nossas forças de segurança. Vocês são motivo de muito orgulho para a nossa gente! Goiás não é Disneylândia de bandido”, disse o governador.

Apesar de Caiado anunciar a prisão do bandido, circulam na internet fotos de Lázaro cravejado de balas.

Por respeito aos leitores, nós decidimos não publicar essas imagens do corpo ensanguentado.

Assista ao vídeo com Caiado anunciando a captura de Lázaro