Israel libertará 39 reféns palestinos ainda neste domingo

O representante oficial Ministério das Relações Exteriores do Qatar, Majid bin Mohammed al-Ansari, referiu também que a libertação de três cidadãos tailandeses e de um cidadão russo foi o resultado de acordos entre o movimento Hamas e os mediadores.

Israel libertará 39 prisioneiros palestinos no final do dia sob o acordo sobre um cessar-fogo humanitário na Faixa de Gaza com o Hamas, disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Qatar, Majed Al Ansari.

>>Para entender a origem do Hamas, grupo islâmico palestino que controla Gaza

“Na implementação dos compromissos do terceiro dia do acordo de trégua humanitária, 39 civis palestinos serão libertados em troca da libertação de 13 civis israelenses de Gaza”, escreveu ele na sua conta X (anteriormente conhecida como Twitter).

Além disso, nas suas palavras, um cidadão russo e três tailandeses que foram libertados ao abrigo de acordos entre o Hamas e mediadores. 

Economia

Estas pessoas não estão abrangidas pelo acordo de trégua humanitária, acrescentou.

>>Guerra em Gaza: Segundo grupo de reféns a caminho da fronteira Gaza-Egito

Neste dia 51 de Guerra em Gaza, 17 reféns chegaram a Israel, enquanto o Hamas busca estender cessar-fogo em Gaza.

Desde 7 de outubro, cerca de 15 mil palestinos foram mortos, 1.200 israelenses perderam a vida, e 200 reféns continuam detidos pelo Hamas.

Com informações de agências internacionais de notícias