Internautas xingam Bolsonaro de "vagabundo" por causa de férias em meio à tragédia na Bahia

Internautas xingam Bolsonaro de “vagabundo” por causa de férias em meio à tragédia na Bahia

Google News

O presidente Jair Bolsonaro (PL) está sendo muito xingado nas redes sociais porque ele está em férias, em São Francisco do Sul, litoral de Santa Catarina, enquanto a Bahia vive uma tragédia por causa das chuvas. A hashtag #BolsonaroVagabundo é um dos assuntos mais comentados no Twitter nesta terça-feira (28/12), por exemplo.

O presidente da República caiu na farra antes do Natal e esticou a folga até o litoral catarinense enquanto o estado da Bahia está debaixo d’água. Cerca de 80 municípios baianos foram castigados pelas chuvas que caem deste o início do mês.

“Feliz Natal pra quem não tem cartão corporativo pra ficar gastando nossa grana com passeio de lancha em plena segunda-feira”, escreveu um indignado navegante.

O dano de imagem a Bolsonaro se arrasta há alguns dias e parece que não tem solução.

“A hashtag #BolsonaroVagabundo mobilizou 76% de postagens negativas contra o Presidente da República (de férias) enquanto o povo baiano q sofre com enchentes q registra 20 mortes pelas chuvas e 470 mil de pessoas afetadas. No twitter são 15.8k e 5K de usuários.(+)”, calculou o perfil Bolsonaro Genocida.

A explosão do xingamento “Bolsonaro Vagabundo” extrapolou as redes sociais e virou notícias nos principais veículos de comunicação do país.

“Hashtag “Bolsonaro vagabundo” explode nas redes com as férias sem fim de Bolsonaro”, anotou o portal Brasil 247, enquanto o Correio Braziliense registrou que “#BolsonaroVagabundo: presidente é criticado por férias durante tragédia na Bahia”.

Bolsonaro vai à pescaria enquanto a Bahia está submersa pela chuva [vídeo]

A Folha de S.Paulo anotou que “Bolsonaro ignora tragédia na BA, anda de moto aquática e fala em manter folga em SC” e O Globo cravou que “Bolsonaro é criticado por ausência em tragédia baiana: ‘curte férias como se nada ocorresse'”.

O Estadão também escreveu sobre a empatia do presidente, enquanto os baianos e nordestinos morrem afogados: “‘Espero não ter que voltar antes’, diz Bolsonaro sobre férias em Santa Catarina”.

O ex-presidente Lula e a presidenta nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR), mostraram ter “nojo” da indiferença de Bolsonaro. Eles, além de manifestar solidariedade ao povo baiano e ao governador Rui Costa (PT), eles ainda pediram que as forças armadas agissem na ajuda aos desabrigados.