Infantilizado, Bolsonaro bate-boca com Hulk, o Incrível Hulk

O presidente cessante Jair Bolsonaro (PL) bateu boca com o Hulk, o Incrível Hulk, pelas redes sociais.

Bolsonaro está nos Estados Unidos participando da Cúpula das Américas, em Los Angeles, onde caminhões exibem painéis luminosos denunciando o inquilino do Palácio do Planalto.

O ator Mark Ruffalo, que encarna o super-herói no cinema, publicou uma foto de um caminhão – que circula em Los Angeles – dizendo que Bolsonaro “não respeita a democracia” e “ameaça consistentemente um golpe” no Brasil.

Dirigindo-se ao presidente americano Joe Biden, “Hulk” alertou que “o homem com quem você está se encontrando hoje não respeita a democracia e ameaça consistentemente um golpe. Quando as audiências de 1/6 começarem, lembre-se de ficar do lado da democracia.”

Na sequência, Bolsonaro abriu a atrilharia contra Hulk:

Veja os posts infantilizados de Bolsonaro, no Twitter:

– Caro Mark Ruffles, calma! Tenho certeza que você nunca leu a Constituição brasileira, mas posso garantir que não é nada como os roteiros complicados do Hulk que você tem que memorizar: “AHGFRR”. Leia e você descobrirá que não estou apenas respeitando, mas protegendo o estado de direito do Brasil.

– Os registros mostram que meu governo sempre esteve do lado da democracia e da Constituição. É a esquerda brasileira (seus senhores) que quer controlar a imprensa, coibir a liberdade de expressão, censurar a internet e apoiar financeiramente ditaduras como Cuba e Venezuela, não eu.

Veja também  É preciso mais que quadruplicar o salário mínimo para sair da crise

– Deixe-me simplificar: se o Capitão América foi eleito por +55 milhões de pessoas e Thanos, que é estrangeiro e não sabe nada sobre os EUA, tenta interferir no território ou processo eleitoral americano, é Thanos e não o Capitão que está desrespeitando a democracia.

– A propósito, o Hulk original era muito mais legal. Ele não precisava de um computador para parecer forte e realmente entendia algo sobre a natureza.

Bolsonaro infantiliza debate sobre democracia e golpe no Brasil: