Indústria da multa: Licitação de radares em Curitiba bate na trave outra vez

Google News

A indústria da multa sofre novo revés em Curitiba.
A indústria da multa, defendida com unhas e dentes pela prefeitura de Curitiba, sofreu ontem novo revés temporário no Tribunal de Contas do Estado (TCE). Aquele órgão mandou suspender mais uma vez o processo de licitação para a compra de radares e demais equipamentos de monitoração eletrônica do trânsito da capital paranaense.

O conselheiro-corregedor do TCE, Nestor Baptista, acatou argumento de que o certame estava sendo direcionado para que uma das empresas o vencesse. à‰ a segunda vez que a licitação dos radares é paralisada. A primeira ocorreu em janeiro.

Em março passado, o prefeito Luciano Ducci (PSB) rompeu o contrato com a Consilux depois de reportagem no Fantástico mostrando que as multas eram manipuladas. Apesar disso, a empresa continua alugando os equipamentos eletrônicos a um custo mensal de R$ 700 mil ao contribuinte.

Comments are closed.