Guerra Rússia-Ucrânia: Zelensky demite chefe de segurança do Estado e procurador-geral

► Presidente ucraniano diz que funcionários de ambos os funcionários nos territórios ocupados estão ‘trabalhando contra nosso estado’

O presidente ucraniano Vladimir Zelensky deu seguimento aos decretos nos quais demitiu o chefe do Serviço de Segurança do Estado e seu procurador-geral.

Segundo reportagens da agência de notícias Reuters, Zelenskiy disse que mais de 60 de seus funcionários estavam trabalhando contra a Ucrânia em território ocupado pela Rússia.

Acrescentou que foram registados 651 processos criminais relativos a alta traição e colaboração por parte de funcionários do Ministério Público, órgãos de investigação pré-julgamento e outras agências de aplicação da lei.

“Em particular, mais de 60 funcionários do Ministério Público e do Serviço de Segurança da Ucrânia permaneceram no território ocupado e estão trabalhando contra nosso Estado”, disse ele.

Ele disse que tais crimes levantaram “questões muito sérias” para os líderes relevantes e acrescentou: “Cada uma dessas perguntas receberá uma resposta adequada”.

Neste domingo, Zelensky disse que a Rússia disparou mais de três mil mísseis de cruzeiro contra a Ucrânia.

Blog do Esmael, notícias verdadeiras.