Greca vê ‘armação de uma TV’ em confusão na Saúde

O prefeito de Curitiba Rafael Greca (PMN) viu o dedo de uma emissora de TV, que lhe faz oposição, no “barraco” ocorrido na noite de quinta-feira (20) na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Boa Vista.

Vídeo circula nas redes sociais mostrando uma mulher agredindo a enfermeira da UPA devido à demora no atendimento.

Surtada, a senhora grita “eu tava na minha vez, eu tava na minha vez…” e desfere socos e pontapés na profissional de Saúde.

Segundo o prefeito, horas antes da confusão, a mesma mulher tinha sido entrevista por uma emissora de TV “que perdeu a eleição” passada.

“Se havia TV de plantão, o “caso” pode ter sido armado. Estamos de olho”, escreveu o prefeito no grupo de WhatsApp do Blog do Esmael, em debate com Luiz Vecchi, presidente do Sindicato dos Guardas Municipais de Curitiba (SIGMUC).

Greca afirma que a senhora que surta no vídeo é, na verdade, moradora do município de Colombo, na região metropolitana, que poderia ter sido atendida numa unidade básica em horário normal.
“Não medirei esforços, inclusive pessoais, para arrumar o serviço público municipal”, disse o prefeito, cutucando o “ex” pelos problemas herdados na Saúde.

“Eu mesmo poste este vídeo para propor ampla e pública discussão do problema”, garantiu o prefeito Rafael Greca.

Veja também  Viés ideológico: Ministério de Damares prepara cartilha para 'fortalecer' o casamento

Comments are closed.