Globo tenta empurrar Simone Tebet em meio à consternação com assassinato de Marcelo Arruda

► Velha mídia corporativa tenta conquistar o eleitor “Homer Simpson” para votar na terceira via

A Globo força a amizade ao tentar empurrar Simone Tebet (MDB-MS), pré-candidata do Centrão de Saia, em meio à consternação com o assassinato do dirigente do PT de Foz do Iguaçu (PR), Marcelo Arruda, fuzilado por um apoiador do presidente cessante Jair Bolsonaro (PL).

A Globo – e a velha mídia corporativa – sabe que Tebet não tem chance alguma de beliscar o segundo turno.

No entanto, a emissora carioca tem o papel de ajudar a levar Bolsonaro para o segundo turno.

O objetivo é etiquetar Tebet com a marca de “terceira via” para abiscoitar os eleitores indecisos, enojados com a política, isentões, que ficaram abismados com a polarização – não condenam a violência – e que não se indignam com a fome de milhões de brasileiros.

[Afinal, o inquilino do Palácio do Planalto aumentou em 75% da verba publicitária da Globo neste ano, nos meses que antecedem as eleições.]

A Globo tenta uma conexão com o cidadão padrão “Homer Simpson”, qual seja, a emissora trabalha para angariar seguidores para Simone Tebet na crença de que o telespectador médio brasileiro tem o raciocínio lento e que é preguiçoso ao sentar-se no sofá em frente à TV.

Na pesquisa Datafolha, no último 23 de junho, Simone Tebet tinha 1% de intenção de voto enquanto Lula aparecia com 47% ante 28% de Bolsonaro. Ciro Gomes, 8%.

Nesse quadro, o ex-presidente Lula venceria no primeiro turno.

É contra essa possibilidade de o petista levantar a taça em outubro que a Globo se insurge ao fabricar Tebet, depois de fracassar com os seguintes líderes políticos:

► Ciro Gomes (PDT)
► João Doria (PSDB)
► Eduardo Leite (PSDB)
► Arthur Virgilio (PSDB)
► Sergio Moro (sem partido)
► Rodrigo Pacheco (PSD)
► Luiz Henrique Mandetta (DEM)
► José Luiz Datena (PSL)
► Luiz Felipe D’Avila (Novo)
► Alessandro Vieira (Cidadania)

Pelas contas da Globo, se Simone Tebet engabelar até 6% do eleitorado – e Ciro chegar a 10% – é possível que Bolsonaro chegue ao segundo turno contra Lula.

Eles trabalham pelo Bolsonaro, portanto.

Blog do Esmael, notícias verdadeiras.