Globo é favorável ao pedágio enquanto 56% da população do Paraná é contrária

Globo é favorável ao pedágio enquanto 56% da população do Paraná é contrária

56% dos paranaenses concordam com a interrupção das concessões das rodovias

40% dos paranaenses disseram acreditar que as tarifas do pedágio irão subir com a nova licitação

“Ratinho se mostrou despreparado e imaturo para governar o Paraná”,  diz deputado Arilson Chiorato

A RPCTV, afiliada da TV Globo no Paraná, tem feito sistemática campanha pela volta do pedágio mais caro do mundo nas rodovias do Paraná. As “reportagens” favoráveis à nova licitação, ainda no atual governo, tem arrepiado até os cabelos do deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), um dos coordenadores da Frente Parlamentar sobre o Pedágio na Assembleia Legislativa do Paraná.

Ao reportar buracos e acidentes nas estradas, após o fim dos contratos, a emissora de televisão paranaense tenta vender a falsa ideia de “segurança” com a presença das concessionárias –quando na verdade as pedageiras deixaram de fazer obras de qualidade nos últimos 24 anos, embora elas tenham cobrado criminosamente o pedágio mais caro do mundo dos usuários.

Levantamento publicado pelo Instituto Opinião aponta que 56% dos paranaenses concordam com a interrupção das concessões das rodovias e, consequentemente, o fim da cobrança das tarifas mais caras do mundo em 27 praças de pedágio.

Requião: ‘assumo o compromisso de acabar com a ladroagem do pedágio’

‘Ratinho Junior quer o pedágio, mas falhou no projeto de concessão’, diz deputado Arilson Chiorato

O pedágio incomoda muita gente. 27 pedágios incomodam bastante gente. Mas 42 pedágios incomodam mais

Segundo a sondagem, 40% dos paranaenses disseram acreditar que as tarifas do pedágio irão subir com a nova licitação programada para 2022, após as eleições, ou seja, os entrevistados pelo instituto não acreditam que o governador Ratinho Junior (PSD) conseguirá baixar o preço do pedágio.

O povo não é bobo, por óbvio. O plano do governo do estado é criar 15 novas praças de pedágio, passando de 27 para 42 praças de pedágio. Um verdadeiro roubo.

“Olhando as últimas propagandas do governo Ratinho Junior (PSD) parece que o pedágio acabou mesmo e não virá aí mais 42 praças, por mais 30 anos! Realidade virtual não! O povo não é bobo!”, escreveu no Twitter o deputado Arilson Chiorato (PT), coordenador da Frente Parlamentar sobre o Pedágio na ALEP. “Ratinho se mostrou despreparado e imaturo para governar o Paraná”, arrematou o parlamentar.

O instituto Opinião apurou que 25% acreditam que haverá redução no valor da tarifa enquanto 25% dos pesquisados esperam o mesmo valor, e 9,6% disseram não saber ou não opinaram.

Se 56% dos paranaenses são contrários à prorrogação dos contratos de concessão das rodovias, apenas 36% disseram que os contratos [interrompidos] deveriam ser prorrogados– e 8,2% informaram não saber ou não opinaram.

A pesquisa do Instituto Opinião foi realizada entre os dias 16 e 20 de dezembro, por telefone, com 1.152 moradores, de mais de 16 anos, de 52 municípios do estado. A margem de erro é de 2,43% com 90% de margem de confiabilidade para a média geral da pesquisa.