Globo derrotada no TSE, apesar do excesso de provas contra Temer

Depois de uma “preliminar” de quatro dias, o TSE segue votando — e derrotando a Globo — no julgamento de Michel Temer.

“Há excesso de provas contra Temer”, lamentou hoje uma apresentadora da GloboNews — evidenciando o “desacerto de bandidos”, entre Temer e a Globo.

Mais cedo, quando concluia o voto, o relator do julgamento, ministro Herman Benjamin, dissera que não seria “coveiro de prova viva”.

“Recuso o papel de coveiro de prova viva. Posso até participar do velório, mas não carrego o caixão”, disparou o relator, após apresentar uma lista de provas concretas que justificariam a cassação de Michel Temer.

A emissora dos Marinho defende a tese de cassação do ilegítimo, mas apresenta como saída a eleição indireta naquele corrupto Congresso Nacional.

Setores democráticos da sociedade também torcem pelo abreviamento da agonia Temer, entretanto, reivindicam eleição direta para sair da crise.

Portanto, como se vê, a solução para tirar Temer está longe dos conchavos de tribunais e parlamentos: as ruas; somente as ruas são capazes de fornecer o remédio adequado à crise política, econômica e moral que assola o país.

A Greve Geral prevista para o próximo dia 30 de junho será a chance de os brasileiros pôr essa gatarada no mesmo saco.

A seguir, assista ao julgamento no TSE:

Veja também  PF desmente delação de Palocci contra Lula, enquanto Globo sangra com delação de doleiro

Comments are closed.