Gleisi diz respeitar decisão do PMDB, mas sonha com Requião na sua vice

Em ronda de sua pré-campanha pelo interior do Estado, a senadora Gleisi Hoffmann (PT), afirmou em Cascavel que gostaria de ter o PMDB como aliado para as eleições de outubro, mas vai respeitar o que o partido decidir. Gleisi também falou sobre os recursos federais para socorrer os atingidos pelas chuvas, e disse que a culpa foi do governo do Estado que não enviou um levantamento dos atingidos.
Em ronda de sua pré-campanha pelo interior do Estado, a senadora Gleisi Hoffmann (PT), afirmou em Cascavel que gostaria de ter o PMDB como aliado para as eleições de outubro, mas vai respeitar o que o partido decidir. Gleisi também falou sobre os recursos federais para socorrer os atingidos pelas chuvas, e disse que a culpa foi do governo do Estado que não enviou um levantamento dos atingidos.
A senadora e pré-candidata ao governo do Estado, Gleisi Hoffmann (PT), disse ontem, em Cascavel, que gostaria de ter o PMDB como aliado nas eleições deste ano, mas vai respeitar a decisão do partido!. A senadora esteve na cidade onde se reuniu com empresárias e empresários e participou de um encontro regional com líderes e militantes do partido.

Nós estamos conversando muito com o PMDB até porque o partido é aliado do governo da presidenta Dilma, mas respeitamos qualquer decisão deles. à‰ claro que aqui no Paraná poderá ter candidatura própria e estamos preparados para isso!, afirmou Gleisi, referindo-se a eventual candidatura ao governo do senador Roberto Requião.

O PMDB vai realizar a sua convenção estadual no dia 20 de junho. Os peemedebistas vão decidir entre a candidatura própria ou o apoio à  reeleição do governador Beto Richa (PSDB). Segundo Gleisi, a sua candidatura é uma realidade! e espera conquistar o apoio da maioria dos partidos que apoiam a presidente Dilma, como o PDT, PRB, PP, PTB e PCdoB.

A senadora também foi questionada sobre as críticas recebidas pelo governo federal em relação aos minguados recursos! enviados para combater os efeitos das enchentes no Paraná. Gleisi disse que tudo não passou de um mal-entendido!.

Santa Catarina recebeu mais recursos que o Paraná porque o governador de lá já tinha um levantamento pronto. Esse levantamento o governo do Paraná ainda não tinha, mas o Estado terá mais recursos porque aqui os estragos foram maiores!.

A senadora teve um encontro com empresários e empresárias na Acic (Associação Comercial e Industrial de Cascavel) e o último compromisso foi um debate sobre as diretrizes de seu plano de governo com líderes e militantes do PT da região de Cascavel.

via O Paraná, editado.

Os comentários estão encerrado.