Fernando Haddad no Roda Viva

Google News

O ex-candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, será entrevistado no programa Roda Viva da próxima segunda-feira, dia 6 de julho. O Blog do Esmael vai transmitir a atração ao vivo a partir das 22 horas.

O ex-prefeito de São Paulo e ex-ministro da Educação e ex-candidato do PT na eleição presidencial de 2018, Haddad é formado em Direito, tem mestrado em Economia e doutorado em Filosofia pela Universidade de São Paulo.

Ministro da Educação entre 2005 e 2012, liderou a criação do programa Universidade Para Todos, o ProUni.

Em 2012, foi eleito prefeito de São Paulo, cargo que ocupou até 2016.

Em 2018, o PT o lançou candidato pela Presidência da República, após o indeferimento da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Apresentada pela jornalista Vera Magalhães, a entrevista vai ao ar às 22h, na TV Cultura. O Blog do Esmael vai transmitir ao vivo para o Brasil e o mundo.

LEIA TAMBÉM

Em vídeo, Gleisi pede prorrogação do auxílio emergencial de R$ 600 por um ano

Publicado em 14 junho, 2020

 

A presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann (PT-PR), publicou um pronunciamento nas redes sociais defendendo a prorrogação do auxílio emergencial de R$ 600 por um ano.

Após colocar a proposta em discussão na internet, a dirigente petista foi para o asfalto da Avenida Paulista, em São Paulo, pedir ‘Fora Bolsonaro, impeachment já!

Veja também  Gleisi visita acampamento sem terra enquanto Bolsonaro ataca MST

Gleisi já tinha liderado ontem (13), em Brasília, uma megacarreata pedindo a saída do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e seu vice Hamilton Mourão (PTRB).

“Nós sabemos que essa pandemia, essa crise na saúde, terá efeitos graves na economia”, disse a presidenta do PT. “O país não se recuperará, nem dará empregos, num prazo de um ano.”

Gleisi afirmou que é preciso uma renda básica para as pessoas até a economia brasileira se reestruturar. “Ele não se restruturará com Bolsonaro na presidência”, condicionou.

A parlamentar petista deixou claro que é preciso os brasileiros pressionar o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para que o projeto do PT seja votado.

Gleisi Hoffmann denunciou ainda que Bolsonaro quer reduzir o auxílio emergencial para R$ 300 e realizar apenas mais duas parcelas, até dezembro.

O presidente do PT no Paraná, deputado Arilson Chiorato, disse que o povo brasileiro precisa dessa ajuda governamental.

“O impacto econômico causado pela pandemia não é apenas de 3 meses, muitas pessoas vão demorar para se reestruturar”, argumentou a favor da prorrogação do auxílio emergencial de R$ 600 por um ano.