Felipe Neto: Carlos Bolsonaro está apagando provas do crime e fugindo da CPI das Fake News

Google News

O youtuber Felipe Neto afirmou pelo Twitter que o vereador Carlos Bolsonaro, o Carluxo, saiu estrategicamente das redes sociais para apagar vestígios de possíveis crimes eleitorais.

Com 34 milhões de inscritos e mais de oito bilhões de visualizações acumuladas no YouTube, Felipe Neto estaria dando um drible na CPI das Fake News.

“Carlos Bolsonaro apagou todas as redes sociais no meio das investigações da CPI das FakeNews…”, tuitou o youtuber, escritor e digital influencer brasileiro.

A comissão de investigação no Congresso Nacional investiga fraude na campanha eleitoral de 2018, que elegeu Jair Bolsonaro (PSL) presidente da República.

A mesma impressão de que o sumiço de Carluxo das redes sociais é para ocultar provas tem o deputado Alexandre Frota (PSDB-SP).

“Foi só o Tonho da Lua ter sido convocado para CPMI dos crimes digitais e Fake News que as contas sumiram . Limpezinha trivial. Edu e o Pai estavam em alta ele apagado aí ele recorre as astúcias do da Lua”, diz o parlamentar que migrou do bolsonarismo para o ninho tucano.

Carluxo é um dos convocados pela CPI da Fake News, no final de outubro. O vereador é um suspeito de liderar milícia virtual em favor de seu pai, Jair Bolsonaro.

LEIA TAMBÉM
Joice Hasselmann e Eduardo Bolsonaro se digladiam pelas redes sociais; confira

MBL aplaude de pé Requião, mas hostiliza Lula e Dirceu

Hacker diz que prisão de Moro é tortura para falar o que não aconteceu