Eunício não aguentou a pressão

O presidente do Senado Eunício Oliveira (PMDB-CE) continua internado em São Paulo, portanto, a Casa ficará sob comando do senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB).

“Índio”, como era apelidado o parlamentar nas planilhas da Odebrecht, foi internado após desmaiar na madrugada de quinta-feira (27/4).

Antes de passar mal, Eunício presidiu a sessão de quarta-feira (26) que resultou na aprovação dos projetos que tratam do abuso de autoridade e do foro privilegiado.

Nos bastidores do Congresso Nacional, a conversa é que “Índio” não aguentou a pressão.

Abaixo, a nota do Senado Federal:

Nota da assessoria de imprensa da Presidência do Senado

A assessoria de imprensa da Presidência do Senado Federal emitiu nota na manhã desta terça-feira (2). Eis a íntegra da nota:

“O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), permanecerá em São Paulo, nesta terça-feira (2), para avaliação clínica e exames complementares de saúde no Hospital Sírio-Libanês.

A equipe médica que o acompanha é formada pelo Dr. Roberto Kalil Filho, Dra. Ana Hoff, Dr. David Uip e Dr. Eduardo Mutareli.

As atividades da Presidência do Senado Federal serão coordenadas pelo 1º vice-presidente do Senado, Cássio Cunha Lima (PSDB-PB).

Assessoria de Imprensa
Presidência do Senado Federal”

Veja também  Senadores aprovam Fundeb permanente no 1º turno

Comments are closed.