Em nota oficial, Sergio Moro confirma que abriu mão da pré-candidatura a presidente da República

O ex-juiz Sergio Moro, em nota oficial, confirmou nesta quinta-feira (31/03) duas questões:

1- abriu mão da pré-candidatura à Presidência da República; e

2- se filiou no União Brasil depois de 4 meses no Podemos.

Ou seja, Moro afrouxou o sutiã e ainda pulou a cerca no mesmo dia.

Contradições marcam saída de Sergio Moro do Podemos para se filiar no União Brasil

A tendência é que Sergio Moro concorra a deputado federal por São Paulo para não conflitar com a candidatura do ex-procurador Deltan Dallagnol, que saiu à Câmara pelo Podemos do Paraná.

A seguir, leia a íntegra da nota de Sergio Moro.

Nota Oficial:

O Brasil precisa de uma alternativa que livre o país dos extremos, da instabilidade e da radicalização. Por isso, aceitei o convite do presidente nacional do União Brasil, Luciano Bivar, para me filiar ao partido e, assim, facilitar as negociações das forças políticas de centro democrático em busca de uma candidatura presidencial única.

A troca de legenda foi comunicada à direção do Podemos, a quem agradeço todo o apoio.

Para ingressar no novo partido, abro mão, nesse momento, da pré-candidatura presidencial e serei um soldado da democracia para recuperar o sonho de um Brasil melhor.

A nota de Sergio Moro foi divulgada praticamente “casada”, ao mesmo tempo, com o pronunciamento do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), sobre a candidatura à Presidência.