Eleições americanas: Trump recorre ao tapetão com pedido de recontagem em Wisconsin

Em desvantagem na apuração dos votos, o presidente Donald Trump comunicou nesta quarta-feira (4) que irá pedir recontagem de votos em Wisconsin.

“Há suspeitas de irregularidades em diversos condados de Wisconsin, o que levanta sérias dúvidas sobre a validade dos resultados”, diz um comunicado de sua campanha.

Com a liderança nos estados de Michigan e Wisconsin, Joe Biden fica muito próximo da vitória.

O pedido de recontagem, feito por Trump, ocorreu no momento em que Biden ultrapassou 70 milhões de votos. O total equivale a 50,16% do total já apurado.

Trump, por sua vez, tem 67 milhões de votos, que é igual a 48,22%.

Segundo a Associated Press, mesmo sem a apuração ter terminado, a votação conquistada por Biden já é superior à recebida por Obama em 2008: 69 milhões de votos.

O presidente Jair Bolsonaro voltou a dizer hoje que torce por Trump.

O inquilino do Palácio do Planalto é conhecido como o “Mick Jagger” da política mundial.

https://www.esmaelmorais.com.br/2020/11/eleicoes-nos-eua-apos-ameacas-de-trump-de-parar-contagem-de-votos-democratas-se-dizem-prontos-para-combate-na-justica/

https://www.esmaelmorais.com.br/2020/11/biden-lidera-enquanto-trump-alterna-entre-euforia-e-ameaca/

https://www.esmaelmorais.com.br/2020/11/moro-pede-moderacao-a-bolsonaro-sobre-eleicao-nos-eua/