Do que riem as capivaras do Parque Barigui?

Google News

Capivaras do Parque Barigui. Foto: Peggy Reimchen,via Flickr.
Caminhantes e pedalantes do Parque Barigui, em Curitiba, já se acostumaram com a presença das capivaras ao longo das pistas no entorno do lago. Além do roedor, que não é um bicho muito simpático, embora domesticado, as águas locais ainda abrigam peixes, patos e marrecos !“ e o famoso jacaré.

Mas, afinal, por que riem tanto as capivaras do Parque Barigui? Ora, caro leitor, da traquinagem na política, do ridículo, do mercantilismo, das falsidades e das mentiras, das traições que se avizinham nas vésperas das eleições de outubro.

Março é quando começa o Ano Novo político, depois do Carnaval. Até comemoração houve na madrugada deste domingo (4) na Praça Espanha, onde 25 mil pessoas festejaram a chegada! de 2012.

à‰ de agora em diante que boa parte dos políticos se vende! de corpo e alma, traem compromissos políticos e ideológicos, enfim, decepcionam o eleitorado ao revelar a parte mais mesquinha do ser humano, ou seja, trocam sem titubear sua consciência pelo vil metal. à‰ preciso que a sociedade fique de olho nas movimentações esquisitas dessa gente.

As capivaras do Barigui não têm culpa de testemunhar o que é feio, malcheiroso, horroroso e gelatinoso. Mas elas riem, como se hiena fossem, para não chorar diante da miséria humana e política que beira algo muito escroto e nojento. Portanto, recomenda-se ao distinto público estômago forte para os próximos meses. Haja engov!

Comments are closed.