Dilma foi, mas não foi à  posse de Barbosa no STF

Discreta, a presidente Dilma Rousseff atendeu à  posse do novo presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, sem esboçar qualquer emoção. Acabou chamando atenção pela cara fechada, mais eloquente do que qualquer discurso
via Brasil 247

Quando o ministro Joaquim Barbosa foi ao Palácio do Planalto convidar a presidente Dilma Rousseff para sua cerimônia de posse na presidência do Supremo Tribunal Federal (STF), abriu-se a polêmica: diante do tratamento rígido que o relator da Ação Penal 470 reservou aos petistas envolvidos no processo, Dilma deveria ou não comparecer ao evento?

Especulou-se, à  época, sobre pressões dentro do PT e até do ex-presidente Lula para que ela não fosse à  cerimônia. Contudo, enquanto chefe do poder Executivo, a opção de não ir à  posse de Barbosa nunca esteve posta à  presidente (a não ser que ela tivesse um belo motivo para justificar o envio de um representante em seu lugar). Ainda assim, ela parece ter dado um jeito de não comparecer, mesmo tendo sentado ao lado de Barbosa durante toda a cerimônia.

Mais do que discreta, a presidente fez questão de não aparecer em praticamente nenhuma foto sorrindo. Ao contrário do presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), também não trocou cochichos com Barbosa. Dilma passou a cerimônia inteira de cara fechada e são raros os cliques que conseguiram flagrar um esboço de sorriso no rosto da presidente. Sem discursar, ela falou de forma eloquente por meio do restrito gestual. A mensagem foi sutil, mas está dada.

Veja também  Resultado da enquete: 59,9% votariam em Lula se as eleições de 2022 fossem hoje

Comments are closed.