DEU RUIM PARA TEMER

A avaliação geral em Brasília é que Michel Temer será mesmo cassado pelo Congresso Nacional.

O primeiro passo para o “golpe no golpe” será a aprovação do relatório de Sergio Zveiter (PMDB-RJ), na CCJ da Câmara.

Com a autorização dada para a investigação do STF, Temer ficaria afastado 180 dias.

No script, o presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ) assumiria interinamente a Presidência da República.

Após os 180 dias, se confirmada a cassação, uma eleição indireta seria convocada pelo Congresso.

Ou seja, já deu ruim para Temer.

Entretanto, porém, há apenas uma saída digna para o indigno: antecipar a eleição presidencial já.

Os comentários estão encerrado.