Deu no Financial Times: Lula diz que Brasil voltará a ter credibilidade e estabilidade

O jornal britânico Financial Times publicou, nesta segunda-feira, 11, uma matéria feita a partir de uma entrevista exclusiva com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em sua seção “The Big Read” (“A grande leitura).

Com o título “Lula, do Brasil, sobre as perspectivas de um retorno extraordinário”, a matéria traz uma análise da trajetória política do Brasil nos últimos anos e conjecturas sobre o futuro próximo.

Na entrevista aos jornalistas Roula Khalaf, Michael Stott e Michael Pooler, que aconteceu na última semana em São Paulo, “Lula destaca “três palavras mágicas no governo”: credibilidade, previsibilidade e estabilidade e acrescenta, está “mais experiente e com uma vontade muito maior de acertar””.

Ele também falou sobre a importância de ter feito bons mandatos entre 2003 e 2010.

– Eu sabia que se chegasse à presidência do Brasil e meu governo não desse certo, um trabalhador nunca mais poderia pensar em ser presidente – afirmou o ex-presidente.

A matéria destaca a trajetória do ex-presidente após sair da Polícia Federal.

– Depois de ser libertado em 2019 (…), Lula está agora à beira de uma segunda chance impressionante. De acordo com as pesquisas de opinião, o homem de 76 anos, que continua sendo um ícone da esquerda latino-americana, é um forte favorito para reconquistar a presidência em outubro – diz o texto.

Aos repórteres britânicos, ele afirmou que está “ triste porque 12 anos depois de deixar a presidência, acho que o Brasil está mais pobre”.

– Encontro mais desemprego, mais pessoas passando fome e o Brasil com um governo com baixíssima credibilidade dentro e fora do país – lamenta Lula.

Blog do Esmael, notícias verdadeiras.