Depoimento de Lula em Brasília; assista

O ex-presidente Lula foi interrogado nesta terça-feira (14) pelo juiz Ricardo Leite na 10ª Vara Federal de Brasília.

Assista ao vídeo:

Lula disse ao magistrado que se sente ofendido quando chamam “organização criminosa” o PT.

O ex-presidente afirmou que sempre deu apoio às investigações contra a corrupção no país.

Lula garantiu que as acusações de obstrução da Justiça, no âmbito da Lava Jato, são falsas.

A manifestação do ex-presidente Lula perante o juízo se caracterizou pelo desabafo.

Abaixo alguns trechos do depoimento de Lula:

“Há mais ou menos três anos, doutor, eu tenho sido vítima de uma… eu diria quase que de um massacre. Ou seja, eu acho que todos aqui têm dimensão que um cidadão que foi um presidente da República […] de repente é pego de surpresa por manchetes de jornais e televisão todo dia, todo santo dia, no café da manhã, no almoço e na janta alguém insinuando ‘tal empresário vai prestar uma delação e vai acusar o Lula, tal deputado vai prestar uma delação e vai acusar o Lula. Agora vou prender fulano, agora vão pegar o Lula, prenderam o Bumlai, vai delatar o Lula, prenderam o Delcídio, vai delatar o Lula, prenderam o Papa, vão delatar o Lula’. Estou esperando pacientemente.

“O senhor sabe o que que é o senhor acordar todo dia achando que a imprensa está na porta de casa porque eu vou ser preso?

“Eu duvido, antes, durante e depois [do mandato], os que estão presos e os que vão ser presos, que tenha um empresário, um político, que tenha a coragem de dizer que um dia me deu dez reais, que tenha coragem de dizer que Lula deu cinco centavos pra ele.

“Fiquei oito anos no meu mandato, doutor, oito anos sem ir a um jantar, um aniversário, um casamento exatamente para não dar pretexto de aparecer aqueles que vão tomar meu champanhe e pedir um favor e vem tirar fotografia com celular pra depois depois explorar essa fotografia

“Eu não conheço o Cerveró, conheço agora que ele ficou famoso. Quem falava com o Cerveró era o Delcídio, que era amigo do Cerveró

“Eu conversava com o Bumlai, tenho profundo respeito. Ele sabe que a relação que tinha comigo não permitia discutir nenhum negócio

“Eu fico chateado por uma ilação feita nesse processo contra mim pelo senador Delcídio. Portanto, eu gostaria de dizer que eu estou aqui pra responder a toda e qualquer pergunta

“Um juiz, um promotor, um delegado, não tem que ficar fazendo pirotecnia com as pessoas. Se tem um brasileiro que quer a verdade nesse país sou eu. Quero que a Lava Jato vá a fundo para acabar com a corrupção. O que sou contra é execrar

“Eu estou com muita coisa na garganta para falar. Eu estou cansado de ver procurador dizer que não precisa de provas, que tem convicção, de juiz dizer ‘eu não preciso de provas, eu vou votar com fé’. Eu quero prova. Alguém tem que dizer qual o crime que eu cometi. (…) Tenho 71 anos de vida, eu cansei, cansei de ver as instituições que eu ajudei a criar desde a Constituinte desvalorizadas. Eu sempre valorizei o Ministério Público, a Polícia Federal e o Judiciário. Eu indiquei quase todos, nunca pedi um favor pessoal.”

Comments are closed.