De @gleisi para @gustavofruet: R$ 646,9 milhões para drenagem na bacia do Rio Iguaçu

Gustavo e Gleisi firmam parceira por Curitiba. Foto: Everson Bressan.
Gustavo e Gleisi firmam parceira por Curitiba. Foto: Everson Bressan.
Definitivamente, 2014 já começou no Paraná. O bate-boca de hoje, entre o governador Beto Richa (PSDB) e a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann (PT), em torno da redução da tarifa de energia, é apenas um capítulo de muitos outros que ainda virão daqui em diante.

Dito isto, observo que a petista está em franca campanha ao Palácio Iguaçu. Ela quer mesmo apear Richa do cargo. Evidências? Aos montes. Gleisi vem tratando o prefeito eleito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), a pão-de-ló. No começo desta noite, a ministra disse que o governo federal vai liberar para o pedetista R$ 646,9 milhões para seis projetos de drenagem na bacia do Rio Iguaçu.

Os projetos fazem parte do Plano Nacional de Gestão de Risco e Resposta a Desastres Naturais do Governo Federal, e integram o PAC. Essa bufunfa toda saiu depois que Fruet esteve reunido com a presidenta Dilma Rousseff, em 8 de novembro. Ou seja, as portas e as janelas abertas estarão abertas para a gestão do pedetista.

São projetos estruturantes de macrodrenagem, que preveem, quando for o caso, a remoção e o reassentamento de famílias!, comentou Gleisi. No Brasil foram selecionados 14 estados. A seleção foi realizada a partir de alguns critérios, como maior incidência de desabrigados e mortes nos últimos 20 anos.

No Paraná também foram selecionados projetos apresentados pelo governo estadual para São José dos Pinhais, Colombo, Fazenda Rio Grande, Almirante Tamandaré e Pinhais que totalizam R$ 318,5 milhões, sendo R$ 124 milhões a fundo perdido.

Veja também  Maioria quer militares fora do governo, diz Paraná Pesquisas

Comments are closed.