Crise na Segurança: Policiais lembram que comissionados tiveram 128% de aumento

Google News

Policiais militares do Paraná podem cruzar os braços, diz coronel Elizeu Furquim.
A queda de braço entre governo do Paraná e entidades representativas dos policiais civis e militares, em campanha por reajuste salarial, parece estar longe do fim.

Leitores deste blog recordam que a administração estadual concedeu em outubro de 2011 aumento de até 128% aos servidores que ocupam cargos comissionados, aqueles de livre nomeação do governador.

Outro fato que intriga os policiais: o reajuste de 10,5% conquistado pelos cobradores e motoristas de ônibus da capital que, ao que indica, será subsidiado pelo governo de Beto Richa (PSDB). à‰ a fórmula encontrada até aqui para evitar o aumento no preço da tarifa.

Os policiais reclamam que estão recebendo tratamento diferenciado dos demais servidores públicos, pois não ficaram nem um pouco satisfeitos com a proposta de reajuste apresentado pelo Palácio Iguaçu.

Também engrossam a fila de insatisfeitos os professores das escolas e faculdades da rede pública estadual. Eles anunciam greve para março.

Comments are closed.