Conselho de Ética da Câmara analisa processo contra deputado que destruiu placa sobre genocídio negro

Google News

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados instaura nesta quarta-feira (11) processo contra o deputado Coronel Tadeu (PSL-SP).

O parlamentar está sendo processado por quebra de decoro, a pedido do PT, por ter destruído uma placa sobre genocídio negro, que integrava uma exposição da Câmara em homenagem ao Dia da Consciência Negra.

LEIA TAMBÉM:
Moro em queda, alternativa da mídia é pau no Lula

Globo diz que reprovação de Bolsonaro é mais alta desde impeachment de Collor

Globo ironiza amor não correspondido de Bolsonaro por Trump; assista

O PT argumenta que a destruição “reforça as estatísticas de uma cultura racista e de violência diária contra a população negra”.

Após a abertura do processo contra Coronel Tadeu serão sorteados os nomes que vão compor a lista tríplice para a escolha do relator do caso.

Se for comprovado durante o processo que o deputado do PSL quebrou o decoro, ele poderá ser punido com advertência, suspensão temporária ou perda do mandato.

Com informações da Agência Câmara.