Cinco mil professores da rede municipal vão à s ruas em Curitiba

Google News

Foto: Marcelo Andrade / Agência de Notícias Gazeta do Povo.
O Sindicato dos Servidores do Magistério Municipal de Curitiba (Sismmac) informa que mais de 5 mil professores da rede pública municipal estão nas ruas na manhã desta quarta-feira (14).

Os manifestantes se dirigem neste momento para a prefeitura da capital. Segundo o Sismmac, 80% das escolas amanheceram fechadas.

Os professores querem que o piso salarial de R$1.199,64 pago pela prefeitura a docentes com curso superior em uma jornada de 20 horas seja aumentado para R$ 1.800.

A prefeitura anunciou em 29 de fevereiro que vai aumentar esse valor para R$ 1.319,90, mas os sindicalistas consideram o reajuste insuficiente.

O magistério curitibano também reivindica que a prefeitura cumpra a Lei Nacional do Piso que determina que 33% da jornada de trabalho seja dedicada à  hora-atividade (tempo extraclasse para capacitação e preparo das aulas).

Veja também  Enio Verri: Bolsonaro e Guedes matam a soberania brasileira