Chove bastante em Curitiba, mas falta água na região metropolitana mais do que no deserto do Saara

Nunca choveu tanto em Curitiba, no entanto, falta mais água na região metropolitana do que no Deserto do Saara.

Se a culpa não é de São Pedro, o santo responsável pelas chuvas, por que as torneiras continuam secas?

Ora, porque a Sanepar prefere distribuir dividendos milionários a investir em obras de infraestrutura.

Quando falta água para os consumidores, a despeito das tarifas altas, a companhia estatal jura que está fazendo “manutenção na rede” dentre outras desculpas.

Nesta terça-feira (09/08), apesar da chuvarada, falta água nos seguintes bairros de Curitiba:

Economia

  • Tarumã
  • Capão da Imbuia
  • Cabral
  • Juvevê
  • Hugo Lange
  • Alto da Glória
  • Centro
  • Jardim Social
  • Bacacheri
  • Alto da XV
  • Cristo Rei
  • Padro Velho
  • Jardim Botânico
  • Água Verde
  • Batel
  • Rebouças
  • Bigorrilho
  • Campina do Siqueira
  • Vila Izabel
  • Atuba
  • Santa Cândida
  • CIC

Vários bairros dos municípios de Pinhais e Colombo também ficaram sem água hoje.

Colombo:

  • Guaraituba
  • Maracanã
  • Guarani
  • Monza
  • Atuba
  • Rio Pequeno
  • Campo Pequeno
  • São Gabrie,
  • Osasco
  • Rio Verde
  • Alto da Cruz
  • Santa Fé
  • Curitibanos
  • Mauá
  • Vila Zumbi

Pinhais:

  • Alto Atuba 1 e 2
  • Emiliano Perneta 1 e 2
  • Centro 1 e 2
  • Palmital 1 e 2
  • Sete Vilas
  • Estância Pinhais 1 e 2
  • Vila Amélia 2
  • Weissopolis
  • Rural

Não há que concordar com a alegação de que se tratar de falta de água “programada” porque esse apagão nas torneiras tem sido uma constante nos últimos quatro anos.

As câmaras municipais desses municípios afetados e a Assembleia Legislativa do Paraná deveriam investigar essa incrível – e constante – falta de água nas torneiras dos paranaenses. ‘Ou não?’, como perguntaria Caetano Veloso.

Blog do Esmael, notícias verdadeiras.

LEIA TAMBÉM