CCJ do Senado sabatina André Mendonça indicado para vaga no STF

Por 18 votos a 9, CCJ aprova André Mendonça para vaga no STF; agora é a vez do plenário [ao vivo]

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, após sabatina nesta quarta (1°/12), aprovou por 18 votos a 9 a indicação de André Mendonça, ex-advogado-Geral da União indicado a vaga no Supremo Tribunal Federal, decorrente da aposentadoria compulsória do ministro Marco Aurélio Mello. O relatório agora segue para o plenário. Ele precisará de 41 votos.

A senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) foi a relatora da indicação feita pelo presidente Jair Bolsonaro (PL).

Essa aprovação é fundamental para que Bolsonaro mostre a seus apoiadores e à frente política que ainda respira sem ajuda de aparelhos.

Uma derrota do governo poderá antecipar o clima de fim de feira e, no campo da direita, viabilizar a pré-candidatura de Sergio Moro. Pode custar a reeleição do atual mandatário.

Em sua estratégia de aprovação de Mendonça, Bolsonaro repete como um mantra que seu indicado ao STF é “terrivelmente evangélico”, em contraste à laicidade da corte máxima e das instituições públicas brasileiras.

Plenário vota indicação de André Mendonça ao vivo

#TVSenado #CCJ #SabatinaAndréMendonça

Leia também

A temível “boca do jacaré” ameaça a reeleição de Jair Bolsonaro; entenda esse conceito de pesquisa

Xingado de traidor por Bolsonaro, Sergio Moro ataca o PT para desviar atenção do respeitável público

Rumo ao décimo: veja os 9 partidos pelos quais Jair Bolsonaro já passou em 32 anos de política