Bernardo Carli convocado para assumir vaga na Assembleia

via O Estado do Paraná

O presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, Valdir Rossoni (PSDB) convocou, na abertura da sessão desta quarta-feira, o suplente de deputado Bernardo Ribas Carli (PSB) para tomar posse em substituição a Osmar Bertoldi (DEM) que protocolou junto á Mesa Executiva da Casa pedido de licença por 120 dias para tratamento de saúde.

O pedido foi acompanhado de um atestado médico, assinado pelo clínico-geral Edison Azuma, sem detalhar a que tipo de tratamento o deputado será submetido.

Bernardo Carli é irmão do ex-deputado Fernando Ribas Carli, que renunciou ao mandato em 2009 após causar um acidente de trânsito com duas vítimas fatais.

Filho do prefeito de Guarapuava Fernando Ribas Carli, disputou a eleição de 2010 para ocupar o espaço deixado pelo irmão e conseguiu ser o terceiro suplente da coligação PSDB/DEM/PP/PTB/PSB, com 33,6 mil votos, com Wilson Quinteiro (PSB) nomeado secretário de Estado e Duílio Genari (PP) já na Assembleia, Bernardo seria o próximo da lista.

João Arruda na Comissão Especial de catástrofes climáticas

do Boca Maldita

Deputado João Arruda defende maior presença do Estado nas áreas de risco.
O deputado João Arruda (PMDB/PR) foi indicado para integrar a Comissão Especial sobre medidas preventivas diante de catástrofes. Entre os membros da Comissão, o parlamentar é o único a representar o Estado do Paraná.

A referida Comissão foi criada para realizar estudos e levantamentos sobre áreas de risco, ações preventivas e o trabalho de reconstrução urbanística e recuperação econômica das áreas afetadas por catástrofes climáticas.

A indicação de João Arruda foi feita pela liderança do PMDB e pela Comissão de Desenvolvimento Urbano !“ CDU, que pretende aprofundar as discussões, focando o planejamento das cidades, no caso da prevenção de tragédias e desastres.

Gleisi defende 30% de mulheres no comando de empresas públicas

Gleisi leva reivindicações de empresárias ao presidente do Senado, José Sarney.
A senadora Gleisi Hoffmann (PT) recebeu ontem (29), em Brasília, 52 representantes do Espaço Mulheres Executivas do Paraná, associação que reúne mulheres empenhadas no fortalecimento das relações empresariais.

Depois de um café da manhã no restaurante do Senado, o grupo se dirigiu ao gabinete da presidência para entregar ao presidente da Casa, senador José Sarney, documento com solicitações da área empresarial.

O documento aborda três questões referentes à  melhoria do ambiente para a atividade econômica no Brasil. Uma delas refere-se à  reforma tributária. O grupo pede a desoneração de tributos nas folhas de pagamento. Outra reivindicação é a criação de cursos profissionalizantes para beneficiários do Programa Bolsa Família.

Gleisi destacou os investimentos do Governo Federal no ensino técnico no Paraná e vai propor que quando os beneficiários do Bolsa Família forem cadastrados, também façam inscrição em curso de qualificação profissional.

A aplicação de um índice mínimo de 30% de mulheres nos conselhos federais e nas direções das empresas públicas é o terceiro tópico abordado no documento.Gleisi Hoffmann acredita que é possível atender à s reivindicações do grupo.

Deputado associa na TV namoro com negras a ‘promiscuidade’

do G1

O deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ). Foto: Diógenis Santos/Agência Câmara.
O deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) afirmou que não discutiria “promiscuidade” ao ser questionado pela cantora Preta Gil, no programa CQC, da TV Bandeirantes, sobre como reagiria caso o filho namorasse uma mulher negra.

A pergunta, previamente gravada, foi feita ao deputado na noite desta segunda-feira (28), no quadro do programa intitulado “O povo quer saber”: “Se seu filho se apaixonasse por uma negra, o que você faria?”

Bolsonaro respondeu: Preta, não vou discutir promiscuidade com quer que seja. Eu não corro esse risco, e meus filhos foram muito bem educados e não viveram em um ambiente como, lamentavelmente, é o teu.!

Após a exibição do programa, Preta Gil postou no Twitter que processaria o deputado. “Advogado acionado, sou uma mulher Negra, forte e irei até o fim contra esse Deputado, Racista, Homofobico, nojento”.

Sob gestão Requião e Pessuti, Copel registra lucro de R$ 987,8 milhões em 2010

da Agência Estadual de Notícias

A Copel, maior empresa pública do Paraná, registrou lucro líquido de R$ 987,8 milhões no ano de 2010, resultado 24,8% superior aos R$ 791,7 milhões apurados no exercício de 2009.

As demonstrações contábeis da Companhia relativas ao exercício de 2010 são as primeiras elaboradas de acordo com o IFRS (International Financial Reporting Standards), um conjunto de normas que tem por objetivo padronizar internacionalmente os critérios de contabilização dos números e de apresentação dos balanços.

Em razão das modificações conceituais introduzidas por essas normas, os números divulgados no balanço de 2009, originalmente elaborado de acordo com os princípios contábeis adotados no Brasil, não podem servir como termo de comparação. Assim, o lucro líquido de R$ 1,026 bilhão que foi divulgado como resultado do exercício de 2009, por exemplo, passou a ser de R$ 791,7 milhões segundo os critérios de contabilização estabelecidos no IRFS. Já o patrimônio líquido, que era de R$ 8,8 bilhões em dezembro de 2009 pelos critérios brasileiros, passou a ser de R$ 10,3 bilhões na mesma data pelos padrões do IRFS.

Stephanes Jr. e Marcelo Almeida podem engrossar novo partido

via O Estado do Paraná

Marcelo Almeida poderá engrossar o PSD de Kassab. Foto: Agência Câmara.
Com a articulação para fazer do senador Roberto Requião (PMDB) o próximo presidente do partido em Curitiba, na convenção marcada para julho, o deputado estadual Reinhold Stephanes pode seguir outros rumos partidários. Embora esteja disposto a brigar pelo comando do partido na capital, Stephanes foi convidado a ingressar no PSD (Partido Social Democrático) de Gilberto Kassab.

Stephanes é mais um dos convidados do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, para compor seu partido no Paraná.

Kassab está buscando constituir um grupo no estado para dar suporte á nova sigla. Além do ex-deputado Alceni Guerra (DEM), do ex-deputado Gustavo Fruet (PSDB), dos deputados Ney Leprevost (PP) e Osmar Bertoldi (DEM), Reinhold Stephanes, outro peemedebista, o ex-deputado federal Marcelo Almeida também está entre os nomes que interessam a Kassab.

Em Lisboa, Lula recebe prêmio e nega divergências com Dilma

da Folha.com

Lula recebe prêmio em Portugal. Foto: Patricia de Melo Moreira/AFP
Acompanhado da presidente Dilma Rousseff, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu na manhã desta terça-feira o prêmio do Centro Norte-Sul do Conselho da Europa, em uma cerimônia no Parlamento português com o presidente do país, Cavaco Silva, e o primeiro-ministro, José Sócrates.

A visita de Dilma a Portugal nesta semana é uma promessa que ela havia feito ao seu antecessor de acompanhá-lo quando ele ganhasse um prêmio internacional. A afirmação é do próprio Lula, que vai três homenagens no país.

“Ela tinha prometido que quando eu recebesse o primeiro prêmio internacional ela viria, e está cumprindo”, declarou Lula, que negou qualquer divergência com a presidente.

“Não há a menor hipótese [de divergências]. Porque o dia que tiver uma divergência entre eu e a Dilma, ela está certa. Obviamente que tem gente torcendo para que haja qualquer coisa, mas não haverá nada entre Dilma e Lula. Temos uma relação ideológica e política muito forte.”

Aplaudido de pé, o ex-presidente brasileiro deu “dicas” para Portugal sair da crise econômica e criticou a atuação do FMI (Fundo Monetário Internacional), que deve socorrer a economia portuguesa. Ele defendeu também a redução das taxas de juros de bancos europeus em Portugal.

“A crise mundial tem responsáveis diretos: é um sistema financeiro especulador. Eles têm que agir com mais rapidez. Por que o FMI ficava dando palpite quando a crise era na América Latina e agora demora para agir na Europa?”, questionou o ex-presidente, que aconselhou Portugal a investir no mercado interno, como disse ter feito em seu governo.

Rossoni promete apoio à  candidatura de Fruet, mas governador prefere reeleição de Ducci

via O Estado do Paraná

Charge de Simon Taylor.
O presidente estadual do PSDB, Valdir Rossoni, chamou de complicada! a posição do governador Beto Richa (PSDB) no processo sucessório em Curitiba.

Ele tem dois excelentes candidatos à  prefeitura. Duas pessoas do mesmo grupo que estiveram com ele em suas campanhas. à‰ complicado!, disse o dirigente tucano, referindo-se ao ex-deputado federal Gustavo Fruet (PSDB) e ao prefeito de Curitiba, Luciano Ducci (PSB), candidato ã reeleição.

Rossoni afirmou que o partido não vai impedir a candidatura de Gustavo Fruet a prefeito de Curitiba, atribuindo a setores da mídia a origem das dúvidas sobre a indicação do ex-deputado para concorrer com Ducci, que foi vice-prefeito do governador em sua administração em Curitiba.

O partido, em tese, já bateu o martelo para liberar o Gustavo para ser candidato. Alguns não querem entender!, comentou.